Luís da Câmara Cascudo – Viajando o Sertão

“Viajando o Sertão”, CASCUDO, Luís da Câmara. São Paulo: Editora Global, 2009.

A obra do folclorista potiguar Luís da Câmara Cascudo é conhecida pela notável percepção do modo de vida do homem nordestino. Um típico erudito da primeira metade do Século XX, Cascudo impressiona pela prolífica contribuição que ofereceu e ainda oferece aos pesquisadores da cultura brasileira. Retirados os excessos da linguagem hiperbólica ou a postura que, em muitas vezes, aos olhos contemporâneos, poderia sinalizar afirmações se não perigosamente próximas do politicamente incorreto, cientificamente pouco rigorosas, o que resta é uma impressionante reflexão que resiste ao tempo e se mostra crucial para a compreensão das mudanças no espaço social nacional. Prova dessa intrincada combinação é o livro “Viajando o Sertão”, lançado em 2009 pela Global Editora. Nas 18 crônicas publicadas no jornal A República, em meados de 1934, tem-se um documento de inestimável valor etnográfico, com raríssimas similaridades. Escrito como uma reportagem, os textos trazem a impressão digital do autor: recordações da sua infância, citações frequentes aos colaboradores mais próximos e referências que vão do conhecimento mais simples do homem do sertão aos mais requintados conceitos mundo global de então. Três quartéis de século depois, os escritos cascudianos nos possibilitam uma prazerosa revisita àqueles espaços votivos relatados no livro, particularmente pelo interior do estado do Rio Grande do Norte. Junto com Religião no Povo e Dicionário do Folclore Brasileiro, Viajando o Sertão é uma fonte que ajuda a montar o quebra-cabeças dos espaços de devoção popular e de como nascem e vivem socialmente os Santos nordestinos, canônicos ou não. Guardadas as devidas proporções, essas referências são como achados arqueológicos, que comprovam o passado e ajudam a esclarecer as impressões sobre o presente;  desconstroem as antigas certezas sobre a leitura daquele mundo distante no tempo e no espaço, mas revelam gratas novidades.

© Todos os direitos reservados

Anúncios

Um comentário sobre “Luís da Câmara Cascudo – Viajando o Sertão

  1. HUmm, gostei ainda mais lendo essas suas impressões sobre a obra e o Câmara. Vale a pena o despertar do meu interesse ^^

    :****
    saudade , não abandona o blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s